Roda de conversa “Comunicação e Juventude” integra atividades da manhã do Intercom Nordeste 2018

A roda de conversa “Comunicação e Juventude” foi realizada hoje (7), no último dia do Intercom Nordeste 2018, no Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais (DTCS), da Universidade do estado da Bahia (Uneb). Integrantes do projeto “Carrapicho Virtual”, o diretor do documentário “TransFormar – existindo na educação”, Felipe Cafrê, o diretor de relacionamento do Canal Futura, Acácio Jacinto e o professor da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Esdras Marchezan participaram da programação.

Felipe Cafrê

Durante o evento foi exibido o documentário “TransFormar – existindo na educação” (2018), que apresenta relatos de quatro personagens transgênero, em relação aos obstáculos enfrentados na vida pessoal e para obter educação de qualidade. O diretor, Felipe Cafrê, abordou questões como a necessidade de fazer um produto que fugisse do olhar comum em relação ao tema. “Não queria falar dos meus entrevistados como se fossem objetos, é tanto que não há a voz de especialistas. Queria que os personagens tivessem voz”, pontuou.

Também nesta roda, foi apresentado o projeto “Carrapicho Virtual”, que tem como foco a Educomunicação no Projeto Salitre, em Juazeiro (BA). As integrantes Roseane Santos e Manuela Ferreira destacaram a importância do projeto para a juventude local, e a relevância desse trabalho para lidar com o conflito de gerações em relação ao tratamento do tema transgênero, por exemplo. “Depois do Carrapicho Virtual, sinto que sou a representatividade para outros jovens”, contou Manuela. Já Roseane relatou sobre o interesse da juventude pela cultura local. “A Educomunicação muda o nosso olhar, abre portas. Você vê tudo de um modo diferente, não como as outras pessoas veem”, afirmou.  A coordenadora do projeto, Érica Daiane Costa destaca que a Educomunicação contribui para a formação de uma consciência crítica nos jovens: “A gente trabalha com jovens do meio rural, trazendo uma comunicação contextualizada. A ideia é que eles produzam conteúdo a partir da realidade local”.

O Intercom segue com programações durante a tarde, que podem ser acessadas no site e nas redes sociais do Congresso. Os interessados em assistir o documentário podem acessá-lo no site do Futura Play.

Texto: Brena Souza

Fotografias: Ascom Intercom

Edição: Andressa Silva

 

7, julho, 2018 Publicado por