O legado de Luiz Beltrão e José Marques de Melo na Comunicação foi tema da 5ª mesa do Intercom Nordeste 2018

 

 

 

 

 

 

 

 

No segundo dia de atividades do XX Congresso de Ciências da Comunicação, na Região Nordeste, a abordagem da 5ª mesa foi sobre a importância de Luiz Beltrão e José Marques de Melo para os estudos da comunicação no Brasil. Beltrão foi o criador da única teoria brasileira, a Folkcomunicação, que estuda como as pessoas se comunicam através da cultura popular e do folclore. José Marques foi assistente de Luiz Beltrão e fundador do Centro de Pesquisas da Comunicação Social da Faculdade de Jornalismo Cásper Líbero.  

A mesa teve participação dos professores Osvaldo Trigueiro, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Marcelo Pires, da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Juliano Domingues, da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) e Magnólia Andrade, da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), com mediação do Professor e Vice-Coordenador do Intercom Nordeste 2018, Iury Aragão.

Juliano Domingues (Unicap)

Juliano Domingues (Unicap), um dos participantes da mesa, explicou que a importância de discutir o legado de Luiz Beltrão e José Marques de Melo acontece porque eles foram visionários para a comunicação. “Quando lemos os textos de Beltrão, escritos na década de 1960, ou até textos mas antigos, a gente percebe uma preocupação muito clara em relação às consequências da tecnologia, e de como lidar com ela. Ele já antevia esse ambiente de convergência tecnológica e os reflexos disso no ensino do jornalismo e da comunicação de uma maneira geral, e também do mercado de trabalho”, conta. 

Sobre os novos tempos da comunicação e convergência midiática, o mediador da mesa, Iury Aragão, relatou que a cultura popular está na internet. Desde o Orkut as pessoas publicam sobre milagres, a respeito dos ex-votos, e hoje isso acontece no facebook. “A internet é apenas mais um ambiente para que a cultura popular seja utilizada. Nós temos que tentar entender como a comunicação acontece através da cultura popular”, explica.

O Intercom Nordeste 2018, que iniciou no dia 5 segue até o dia 7 de Julho com apresentações de trabalhos e debates sobre o campo profissional da comunicação.

 

Comunicação do Intercom

6, julho, 2018 Publicado por